domingo, 14 de fevereiro de 2010

Nota Pública sobre Prestação de Contas do ENEL 2009


A ExNEL Sudeste, através dessa nota, vem explicar e se posicionar a respeito da prestação de contas do último ENEL. Durante a reunião presencial que ocorreu em São Gonçalo-RJ nos dias 30 e 31 de janeiro de 2010, nós, executivos da região, nos deparamos com um grave problema durante a prestação de contas da CO à ExNEL-SE. Galindo, CO-Finanças do último ENEL e executivo de Combate à Homofobia, apresentou a prestação com um valor aproximado de R$ 7.500,00 para ser distribuído entre as partes que manda o estatuto, faltando apenas neste valor o do bar, pois ainda não receberam, em valor que gira em torno de R$3.000,00. Para saber qual a diferença que daria entre o valor chegado na prestação e o valor que tinha na conta – haja vista que sempre há uma diferença irrisória – foi pedido para o Galindo tirar um extrato da conta cujo dinheiro está guardado, já que, durante e após o Encontro ele conseguia ter acesso a conta através do extrato por telefone/fax. Com o extrato em mãos, nos deparamos com a conta zerada. Em um período de pouco mais de três meses, foi gasto todo o dinheiro em boates, livrarias, casas noturnas e diversos saques. Rodrigo Marcelino (Ex-executivo Regional de Finanças), responsável direto, titular da conta (único a ter acesso ilimitado à mesma), assim como um dos principais integrantes da C.O-Finanças do XXX ENEL, foi procurado e assumiu o uso, apresentando os nomes dos ex-executivos Mariáh da Luz (Comunicação Nacional), Claussen (Acadêmica) e o atual executivo de Comunicação Regional Sudeste André Noronha.

Após um enorme desgaste e diversas ligações, conseguimos comprovar a participação apenas de Mariáh, através de um depósito para sua conta no valor de R$ 900,00, enquanto que André e Claussen negaram qualquer participação ou envolvimento com o ocorrido. A ExNEL-SE propôs então duas alternativas ao Rodrigo: assinar uma declaração intitulada “Confissão de Dívida” de que devia R$ 7.500,00 à C.O ou faríamos um BO. Após esta deliberação, no momento em que se apresentou as alternativas a Rodrigo, Evelyn, executiva nacional de Combate ao Machismo, sugeriu que fosse perdoada a parte que se destinava à C.O, sendo que o valor do bar, a receber, iria para a próxima sede do ENEL e o Rodrigo pagaria a parte devida à ExNEL, pois este seria um valor acessível a este pagar, entretanto esta proposta não foi consensual dentre as pessoas presentes na reunião. A proposta de Evelyn, apesar de colocada ao Rodrigo, estava sujeita ainda ao que a Executiva deliberasse, e após esta conversa, ele afirmou que não assinaria um documento num valor que não teria condições de pagar e que era legítimo a Executiva recorrer ao Boletim. A ExNEL-SE, entendendo a gravidade do assunto, assim como a  necessidade de uma posição e atitude da ExNEL perante ao caso, afirma que  repudia tal ato e se dispõe a tomar as devidas providências para tentar resolver o ocorrido, como também, através do que se foi comprovado no decorrer desta semana, exime a culpa de toda a CO, exceto de Rodrigo e André, pois reconhece todo o trabalho e esforço feita com muita dedicação, emprenho e seriedade sempre firmadas pela C.O. Para maiores esclarecimentos e no intuito de comunicar melhor o ocorrido no decorrer desta semana, Reginaldo (Regional de Finanças Sudeste) e Galindo, Nacional de Combate a Homofobia, participarão da Reunião presencial em Maceió e levarão a prestação de contas a fim de esclarecer qualquer dúvida e questionamentos que venha a cair sobre a CO.

Por fim, a ExNEL Sudeste, se coloca a disposição e esclarece que irá cumprir qualquer deliberação que a ExNEL tomar, já que é uma decisão que cabe a toda a Executiva. Assim como, os Executivos Evelyn e Galindo, por fazerem parte da Comissão Organizadora do ENEL, colocam seus cargos à disposição, caso seja este o entendimento da Executiva, como forma de retratação ao prejuízo causado a mesma. Sem mais a declarar neste momento, encerramos a nota.

Assinam esta nota:*

Raphael Baía Nicolato – Coordenadora Geral da Executiva Nacional dos Estudantes de Letras;
Reginaldo Alves do Nascimento – Executivo Regional de Finanças da Região Sudeste da ExNEL;
Leandro Rodrigo Galindo do Carmo – Executivo Nacional de Combate a Homofobia da ExNEL;
Evelyn Silva – Executiva Nacional de Combate ao Machismo;
Kássio Moreira – Executiva Estadual de São Paulo;
Gabriela Freire – Executiva Estadual do Rio de Janeiro;
Paloma Feitosa – Executiva Estadual do Rio de Janeiro;
Flávio Carbonário – Executivo Estadual de Minas Gerais;
Marcos Araújo – Executivo Estadual do Espírito Santo;

*constam aqui os executivos presentes na reunião presencial dos dias 30 e 31 de Janeiro de 2010.

5 comentários

Auíri Au disse...

Uma vergonha nacional.
E ai? vai ficar por isso?
Aposto que em 3 meses ninguém mais fala sobre esse assunto.
Desorganização e hipocrisia.
Viva Brasília!!
Via a corrupção!!
Viva o carnaval!!

Dayvson Fabiano "Imorrível" disse...

E as publicações? Quero meu dinheiro.

ExNEL/MT disse...

Por favor, divulguem nesse blog, o XI EMEL (Encontro Mato Grossense dos Estudantes de Letras). As informações podem ser encontradas no site da ExNEL/MT ou no www.letrasemel.blogspot.com.
Grata,
Coordenação Mato Grosso!

»»Luh«« disse...

Bom dia! Por favor, vc pode me informar onde será o FALE este ano e como faço para obter mais informações?
Por favor, se puder colaborar, mande resposta para o e-mail ludimacedo77@gmail.com

Grata!

Anônimo disse...

Fudeu!!! Todos perdemos o dinheiro e o Rod tirando onda com os otarios

Postar um comentário