quinta-feira, 22 de maio de 2008

Piscina

Submerso:

Um beijo bolhinhas à mão escorregadia sobre a pele de baleia.

À tona:

Dois beijos de complemento ao ar suspenso ao peito flutuante.



Rafael dos Prazeres

1 comentário

viviane disse...

Que lindo esse poema!! Borbulhante de emoção... Sucesso, Rafa...

Postar um comentário